Grandes descobertas europeias | por favor clica aqui

___________________________________________________________________

Grandes descobertas europeias

Conheces todas estas descobertas e invenções? Sabias que todas elas tiveram, na sua origem, um cientista europeu? E sabes quem foi o cientista? Procura descobri-lo e vai acumulando as letras-chave que cada descoberta ou invenção contém. Na chegada, terás nove letras-chave que, juntas, compõem o apelido do cientista, autor da famosa frase: “Na natureza, nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”. Mas, atenção!, terás uma letra a mais, que corresponde ao nome deste cientista francês, do século XVIII, considerado o pai da química moderna.

Boa sorte!

___________________________________________________________________

Fui um dos mais importantes cientistas e matemáticos da Antiguidade grega. Uma das minhas descobertas mais importantes foi a constatação de um dos princípios fundamentais da física e da hidroestática, segundo o qual, para um objecto flutuar, o peso da água deslocada tem de ser maior que o peso do próprio objecto.

___________________________________________________________________

Fui um inventor alemão do século XV, considerado o pai da impressão, sistema revolucionário na transmissão do saber, que passou a ser visual e não apenas oral. Fui o primeiro a imprimir a Bíblia, em 1456, obra que continua, até hoje, a ser a mais lida em todo o mundo.

___________________________________________________________________

Fui um físico, matemático, astrónomo e filósofo italiano. No início do século XVII, mais precisamente, em 1609, um ano depois de Hans Lippershey ter construído o primeiro telescópio, criei várias versões deste mesmo instrumento, aumentando até 30 vezes o tamanho aparente de um objecto. Com este aparelho, continuei as minhas observações astronómicas, o que me permitiu descobrir um conjunto de fenómenos celestes que revolucionaram a forma como se encarava a Terra e o Espaço.

___________________________________________________________________

Fui um matemático, físico, teólogo e filósofo francês,no século XVII. Aos 16 anos escrevi o meu primeiro tratado de geometria projectiva, e aos 19, concebi a primeira máquina de cálculo aritmético.

___________________________________________________________________

Britânico, nascido no século XVII, sou considerado um dos maiores cientistas de todos os tempos. Quando estabeleci, em 1685, as leis da gravidade universal, expliquei que, 20 anos mais cedo (1665), me tinha apercebido do princípio da atracção terrestre, ao observar uma maçã a cair dos ramos de uma macieira.

___________________________________________________________________

Perdi a minha visão quando tinha apenas três anos, em 1812. Desde muito jovem, comecei a trabalhar num sistema de leitura e de escrita para quem, como eu, não conseguia ver. Aos 15 anos, propus um sistema de pontos em relevo que aperfeiçoei até 1829. Este sistema continua hoje a ser utilizado à escala mundial.

___________________________________________________________________

Dediquei a minha vida inteira ao estudo das espécies. O meu trabalho é considerado um dos mais importantes contributos para a compreensão da diversidade de espécies na natureza. Em 1859, publiquei o meu livro, “A Origem das Espécies”, onde, a partir da minha observação das plantas e dos seres vivos, expliquei a evolução, através da selecção natural, ao longo dos tempos (milhares de anos), a partir de um ancestral comum.

___________________________________________________________________

Fui o verdadeiro inventor do telefone! Emigrante italiano nos Estados Unidos, tive de vender o meu protótipo (telletrofono) a Alexander Graham Bell, que o patenteou como sendo uma descoberta sua. Em 2002, o Congresso dos Estados Unidos aprovou a resolução n.º 269, repondo a verdade, ou seja, que tinha sido eu o inventor deste objecto, que revolucionou a forma de comunicar dos seres humanos.

___________________________________________________________________

Engenheiro alemão, inventei, em 1885, o motor de combustão interna a gasolina, e criei, assim, o primeiro automóvel moderno da História.

___________________________________________________________________

Com as minhas pesquisas sobre o rádio, abri os horizontes da investigação sobre a radioactvidade. As minhas descobertas do rádio, mas também do polónio (nome que se deveu à minha origem polaca) como dois elementos químicos de alto potencial radioactivo, foram recompensadas por dois prémios Nobel, o da física, em 1903 (que partilhei com o meu marido, Pierre, e com Henri Becquerel) e o da química em 1911.


“Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma.”

Solução: __.__ __ __ __ __ __ __ __ __

___________________________________________________________________

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: