Econews | por favor clica aqui

___________________________________________________________________

Econews

2010 é o Ano Europeu da luta contra a pobreza e a exclusão social

Na sequência do Ano Europeu da Criatividade e da Inovação, em 2009, a União Europeia lança, em 2010, o Ano Europeu de Luta contra a Pobreza e a Exclusão Social.
Com este ano europeu, a União dos 27 pretende, por um lado, reconhecer o direito fundamental de todos os europeus que se encontram numa situação de pobreza e de exclusão social a viver com dignidade e ter um papel activo na sociedade. Por outro lado, esta iniciativa europeia visa aumentar a adesão do público europeu às politicas de inclusão social, realçando a responsabilidade individual e colectiva, pública e privada nesta luta. Focando a atenção neste tema, a União dá mais um passo no sentido de promover a coesão social e renova o seu compromisso de lutar contra estes flagelos que também assombram a Europa.

para aumentar clica na imagem

16 % da população europeia vive abaixo do limiar da pobreza. Isto quer dizer que quase 80 milhões de cidadãos europeus não possuem os meios suficientes para satisfazer as suas necessidades básicas.
A pobreza e a exclusão social impedem o bem-estar dos indivíduos e a sua capacidade de participar na vida da sociedade. São também um entrave ao desenvolvimento económico dos países e da Europa.
Em 2000, os líderes europeus assinaram a Estratégia de Lisboa, na qual se comprometiam a transformar a Europa “na economia do conhecimento mais competitiva e dinâmica do mundo, capaz de um crescimento económico sustentável, acompanhado da melhoria quantitativa e qualitativa do emprego e de maior coesão social”. Apesar dos esforços feitos e do facto da Europa ser uma das regiões mais ricas do mundo, a pobreza e a exclusão social ainda estão longe de terem sido erradicadas, o que tornou urgente focar a atenção neste assunto que pode tocar qualquer cidadão europeu.
___________________________________________________________________

Jovem criativo português é um dos 100 talentos europeus

No quadro do Ano Europeu da Criatividade e da Inovação, o Comité das Regiões organizou em Abril de 2009, em Bruxelas, um Fórum da Criatividade que juntou 100 talentos criativos europeus, com o objectivo principal de reforçar a importância da criatividade e da inovação para o desenvolvimento económico. Entre esses 100 talentos foi seleccionado João Seabra, jovem criativo e empresário português, especialista em 3D e efeitos audiovisuais. A sua empresa, Jump Willy, criada em 2007 com o compositor Pedro Marques, e sediada na incubadora da Universidade Católica Portuguesa Aquário, aposta na área da pós-produção em Publicidade e Cinema, exportando mais de 70 % dos seus trabalhos para o estrangeiro, para marcas mundialmente famosas como a BMW, Stella Artois, Lexus, Kia ou H&M. Professor universitário da Escola de Artes da Universidade Católica no Porto, João Seabra foi escolhido em 2005 para fazer grafismos 3D para a digressão mundial da banda irlandesa U2. Em declarações aos meios de comunicação social, a propósito da sua selecção como um dos 100 jovens talentos criativos europeus e um dos 20 na área dos media, João Seabra realça a oportunidade que esta distinção lhe deu de “participar numa das três reuniões do Comité das Regiões, no Parlamento Europeu, em Bruxelas, para discutir o papel da criatividade na crise”.
___________________________________________________________________

Quatro empresas nacionais na lista das mil companhias europeias que mais investem em I&D

Em Novembro de 2009 a Comissão Europeia divulgou o seu relatório anual, no qual apresentou o ranking das 1 000 empresas europeias que mais investiram em Investigação e Desenvolvimento (I&D), em 2008. Quatro empresas portuguesas foram incluídas nesta famosa lista: a farmacêutica Bial (235.º lugar), o banco Caixa Geral de Depósitos (245.º lugar), a companhia Energia de Portugal (411.º lugar), e a empresa de informática Novabase (648.º lugar). O ranking é liderado pelo construtor automóvel alemão Volkswagen, pelo fabricante finlandês de telecomunicações Nokia, e pela farmacêutica francesa Sanofi-Aventis.
___________________________________________________________________

eBay francês condenado a multa de 1,7 milhões de euros

A justiça francesa condenou o sítio de vendas e leilões online eBay a pagar uma multa de 1,7 milhões de euros, por não ter acatado a ordem do tribunal francês de deixar de vender perfumes e cosméticos originais da Louis Vuitton. O eBay já reagiu, acusou esta decisão de anticoncorrencial e afirmou que irá recorrer da decisão.

(+ info em http://pt.euronews.net/2009/11/30/nova-multa-milionaria-para-ebay-frances/).
___________________________________________________________________

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: